Trairões do Asfalto

Trairões do Asfalto

Trairões Videos

Loading...

30 de out de 2010

CANION DEL PATO - CORDILLERA BLANCA Y NEGRA

Depois de vistar Chan Chan e os cavallitos de totora, resolvemos dormir alem de trujillo, um povoado pequeno mas perto da entrada para subir a cordilheira negra pelo chao passando pelo canion del pato. Como de praxe saimos cedinho e pela panamerica fomos em frente tentando encontrar a entrada, nao tem placas nem nada, e ruim de achar. Erra um pouco, passa pergunta e enfim encontra. Ai ja comeca o chaozinho bommm, logo a uns 10 km parei para filmar o joao vindo e a mimoza tamanha a beleza foi ao solo para contemplar essa magnifica paisagem do deserto e da cordilheira negra. Espera o joao chegar pergunta para ela, quer se levantar ou nao. Pois bem ela quis e continuamos a viagem, Sobe um pouco desce e comeca a entra pelo Canion del Pato. Sao uns 150 kms, de chao as vezes mais o menos, as vezes brabos e com pedras a fu, e 32 tuneis encravados e esculpidos nas rochas, a coisa e loka. Depois de cruzar o canion, comeca a subida pelo chao mais ingreme para enfim cruzar a cordilheira negra e entrar no vale entre as duas cordilheias, mas isso a 2800 mts. Chegamos cedo e ficamos por Cazar, daonde pode-se subir para os passeios. Na mesma tarde subimos a cordilheira para ver a lagoa Paron, 31 km de chao bruto para subir e os mesmos para descer, e tem que ir com as motocas peladas de babagem. Na manha seguinte fomos a outro passeio para ver as logoas de Llanganuco e para ir ate aos 4500 mts para cruzar para o outro lado da cordilheira no passo Portachuelo. A vista la de cima com as lagoas mais abaixo e sem explicacao, Tamanha a reverencia que a querida do joao se estendeu sozinha  para comtemplar tamanha natureza, porem se machucou um pouco, mas sem problemas. A subida e braba tambem pior que a outra e sober 47 kms e depois desce tudo isso. Feito os tours, almocamos no nosso hotel uma truta e partimos para adiantar um pouco o caminho para ficar mais perto de Nazca. No caminho entre as cordilheias pelos campos parecidos com pampas, a estrada corta as duas cordilheiras,,,e pode se ver a branca do lado esquerdo toda nevada e a negra do direito pelada de vegetacao. A estrada logo apois Huaraz esta em obras em varios km, e a empreitada que esta reformando toda atravessada, numa dessas liberadas de via pelos funcionarios, saimos com as motocas e estamos fazendo uma curva nas britas e vem na contra mao um caminhao da mesma empretira acelerando tudo e tivemos que sair para as valetas. O joao se deu bem so atolou nas britas, a minha motoca enterrou a dianteira e pealo com o piloto. Danos materias poucos, espelho quebrado, e perna esquerda apertada contra a motoca e presa, sem maiores problemas. Levanta a negrinha,,e vamos embora. Fez isso porque viu que estavamos indo embora dessas magnificas paisagens, hehehehe. Acamos por dormir em Patiavilca, que esta logo que entra novamente na Panamericana. Queriamos dormir ja em Nazca, porem nosso dia comecou complicado. Logo nos primeiros 10 km, fomos parados pela policia, isso ja deve ter sido a vigesima vez aqui no Peru, so que desta vez tivemos que marchar com R$ 30.00 de bola, papinho que nem dos argentinos, passaram na faixa dupla, os documentos vao para embaixada, enfim todo aquele papo furado desses FDP da policia. Depenado esse problema a estrada compensa, esta toda duplicada a uns 200 antes de lima e uns 150 apos, passamos por Lima pela manha ainda com exito, sem errar caminho, tamanha o caus que e o transito dessa cidade. Porem logo ao meio dia a corrente da mimosa do joao comecou a incomodar, nao esta lubrificando mais e esta ficando duro os elos, vamos ter problemas. Paramos num lugarejo chamado Sao Vicente, em uma oficina para tentar lavar, porem so com gasolina, Mais um espelho na minha XT e seguimos caminho, a corrente melhorou, mas o seu destino e o fim, hehehehe, quando nao sei. Por fim chegamos meia tarde em ICA e por aqui decidimos ficar.

Trujillo - Caraz  226 kms
Caraz - Patiavilca 406 kms
Patiavilca - Ica 568 Kms

Total 13900 kms

4 comentários:

Bulezito disse...

Mas tão quenem tarado esses dois...hihihihihihi,
as gurias passam algun perrengues mas a as experiencias que elas estão tendo tem preço.
as imagens e os relatos são de arrepiar. um grande abraço e pau nas macaca!

Bulezito disse...

Ah galera sobre os fdp dos tiras,
de Nazca até cusco, via Puquio eles n encomodam, pra falar a verdade so vi policia chegando em Cuzco!
E o valentino vai fica vesgo de fazer curva.
Tem pato, galinha, marreco, cabrito, tudo que é bicho meio que na estrada...
mas o visu é show, o deserto vira uma selva na medida que entram para o centro do continente. vai esfriar um pouquinho...
boas curvas

rigon disse...

Queria dar os parabéns pelo blog em dia. Sei não é fácil conseguir isso, principalmente com a riqueza de detalhes nos relatos. Parabéns!!!

Max disse...

Beleza Galera, vocês já devem estar sabendo do Holandês que parou em Cruz Alta e não queria mais ir embora, pois então, ele tá subindo para Foz do Iguaçu e depois para o Pantanal, dá uma olhada no site dele, mandei teu e-mail Rafa, se possível um encontro neste caminho de subida.
O nome dele é Stan, locão e camarada.
Abração.