Trairões do Asfalto

Trairões do Asfalto

Trairões Videos

Loading...

14 de out de 2010


El Salto Angel

Segundo o dono da agencia, a qual dormimos sem pagar nada, teriamos que acordar cedinho para rumar ao aeroporto para pegar o teco teco rumo ao parque Canaima. Assim o fizemos porem o piloto do nosso teco teco, um gordao de 200 kgs chegou somente as 08:30, assim saimos atrasados. Após 1:30 de voo juntamente com o gordao, dois passageiros mais e um banco do aviao lotado de coves e massas, aterrizamos perto das 10:00, fomos correndo pegar a tal de curiara (um barco de madeira do indios com motor do popa Yamanha, hehehehe. Deu tudo errado, nao conseguimos pegar nossa excursáo que estava rio acima e voltamos para o acampamento, e tivemos que fazer o pacote completo de 3 dias de 2 noites. Mas tudo legal fomos recompensados no primeiro dia com lagoa e cachoeira, indescitiveis, a qual pode-se passar por baixo da mesma entre as pedras e tomar banho. No outro dia cedinho comeca a jornada para o salto angel. Pega-se uma curiara as 07:00, viaja rio acima por 4:00 horas chega no acampamento base e depois mais 1:00 de caminhada mato a dentro e para cima. Mas quando depare-se com o salto o negocio é maginifico. Ele esta em um macico de 700 km quadrados e a queda tem 970 mts ate chegar nas pedras a baixo e dai formar outra cascata. Apos sobe-se mais uns 20 mimutos e pode tomar banho no poco dessa cascata. Sensacional. Perto de escurecer desce tudo e dorme de rede no acampamento. Na manha seguinte o mesmo procedimento de volta. Por fim chegamos de volta a Ciudad bolivar dia 14 as 15:00 horas, pegamos as motocas e metemos um pau para adiantar caminho em direcao a Merida. Rodamos uns 250 km e dormimos em uma cidadezinha pequena no caminho. Na manha seguinte prontos para  jornada grande do dia, partimos, com estradas ruins para caramba, estreitas e sem acostamentos e mato de 3 mts de altura do lado, e movimento de caminhoes de apá. Esta estrada corta o país de leste a oeste juntamente com uma outra que esta paralela porem pela costa, somente estas duas estradas para toda essa imensidao. Mas as surpresas estavem por vir. O calor nos acompanhava sempre e por volta das 10:00 da manha o que ocorre? Mais uma emenda da corrente vai para o pau, a terceira vez, mas ja estamos fera no processo inteiro de arruma oficina, busca peca e assim vai, nos consumiu somente 2:30 todo o processo, nosso tempo recorde de conscerto junto ao Rally, hehehehehe. As 12:30 pau nas magrelas novamente, o GPS nao esta ajudando, nao mostra nada, e como nao estamos acostumados com nossos livros de bordo e sim somente com manutencao, em um determinado trecho erramos uma saida e nos custos 160 km de percurso errado. Mas o bom que nesse país do Chapolin Colorado, é oito ou oitenta, as estradas ou sao podres ou sao auto pistas novas, e no fim da tarde fomos comtemplados por uma dessas a qual fez render um pouco a viagem e acabamos posando no lugarejo chamado Ospino. Cedinho novamente e ja estavamos em Barinas pegando a estrada para subir o portal do Andes em direcáo a Mérida. Paisagem espetacular, fomos a 3830 mts, visitamos o pico Aguila e o Pico em Honor al Condor, cerca das 11:00 chegamos em Mérida, bonita esta a 1380 mts e por assim é cidade dos Andes, clima legal, arrumada para os turistas, porem o Teleférico o mais alto e grande em extensao do Mundo esta desativado a 1 ano e meio por o Chapolin pegou para ele, mandou a empresa alema embora e esta reformando, mas nem sinal de reforma e segundo os moradores o negocio vai demorar anos e anos.

Ciudad Bolivar - Mérida 1338 kms

Total 7918 kms

5 comentários:

Bulezito disse...

Ja tava mandando o satélite dos trairões procura vcs ai...hihihihihihihi... que bom que estão bem galera, baita passeio esse ai da cascatinha.rsrsrrs... um abração e mão no buxo.

Bulezito disse...

Fotos pra verificação da integridade dos Trairões ae lokizinhos...

Sebastiao disse...

Moçada a aventura está a mil e as magrelas estão dando no couro e os imprevisto é que elas estão emocionadas com tanta aventura mas tenham certeza que estão agradecendo ao Deus das Motos por pertencer a um motoqueiro muito loko hehehehe... abraços

cesar disse...

primeiro parabens pela narrativa, com certeza vai parar em uma revista de ponta.
detalhes tao precisos que nos remetem aolugar onde voces estão. o Joao me conhece bem e adoro estar em um barco atravessando rios e mares, quando descreveram a viagem de barcome imaginei dentrodele e logofui atras de imagensde saltode angel. fantastico
espero um dia ter primeiro coragen, segunto tempo e oprincipal um trairaoaomeu lado
um triplo abraço a todos e muita saude nesta aventura. porque com certeza o caroneiro de suas motos e seu anjo da guarda.

rigon disse...

Pô, o Chapolin Colorado tá ficando lelé da cuca mesmo. Ele prefere não ganhar nada e ver o povo cada vez mais pobre, do que dividir os lucros com alguma empresa estrangeira. Quando estive em Mérida a fila era grande de turistas estrangeiros para subir o teleférico, seria como tirar o Bondinho do Pão de Açucar no Rio de Janeiro. Imagina o prejuízo para hotéis e restaurantes da cidade!!