Trairões do Asfalto

Trairões do Asfalto

Trairões Videos

Loading...

7 de jan de 2012

04012012
Nos brindamos com uma noite no melhor hotel de San Antonio, pelo fato de estarmos esgotados. Ainda bem que rolou um cartão de crédito, por que foi meio fora do orçamento de R$ 25,00 por dia de hotel, e como na noite anterior rolou uma barraca, esse dia era de hotel. A coisa é assim, um dia de hotel outro de barraca. Com as energias recarregadas saimos de San Antonio em direção a Cachi, já no chão anda uns 20 Km na estrada e ela bifurca indo para Salta e pela 40 tendo que cruzar pelo passo Abra del Acay. Mas o detalhe, tinha uma enorme placa dizendo " carreta cerrada por la nieve", Nos olhamos e sem falar nada já metemos, a estrada começou a subir e tudo era bonito, meio branco , com vicunas (tipo de llama). Só que foi subindo e foi ficando tudo branco, inclusive a estrada, e aí era um balé das motos frente para um lado traseira para outro, e assim foi indo, menos mal que a neve estava na estrada de chão e não no asfalto, por que ai sim seria impossível. Mas chegou em uma determinada altura que a coisa parou total, a DR atravessada, a uns 200 metros de distancia, a KTM esquentando as mão da negada para não perder os dedos de frio, e a XT olhando a paisagem. Nesse momento os pilotos fizeram uma reunião. Vamos voltar a coisa ta feia e ainda nem chegamos no topo para começar a descer. Nesse momento rolou um clima tenso, mas como a coisa é uma democracia, foi assim 2x1 pelo continua, e dai decidimos olhar no GPS altitude que estavamos e era 4770 mts, faltava so 180 mts de " ALTITUDE", não distancia a ser percorrida. E as trancos e barrancos, com o bulé agora na pilotagem da KTM por ser o mais pernudo e a motoca a mais limpa caminho, chegamos ao topo. 4859 mts, e chegando lá de tão feliz bulé e KTM se atiraram na neve. Mas o pior ainda estava por vir. Descer até é seria fácil, as motos não tracionam e só vai, porém do outra lado da montanha o vento erá tão forte que na estrada a altura da neve estava no joelho, e ai sim a cobra fumou, a KTM na frente abrindo trilho e as outras atrás no trilho, porque fora dele tombo na certa. Quando começamos a enchergar o rio a baixo, ufaaaa, acabou os problemas. Mas aí sim que eles realmente começaram, toda a neve derretida forma rio entre as montanhas e destruiu as estrada. Ai entrou em cena outro integrante da equipe. Bulé com sua experiência em trilha teve que assumir as motocas e empurra, puxa, carrega e depois de 9 horas conseguimos fazer os 130 Km e chegamos em Cachi, mas sem antes de nosso piloto da DR se apresentar em uma mega lama e ir ao solo. Detlalhe o bau givi bebeu uns 20 litros de agua suja e acabou com tudo. Mas um pouco antes de chegar em cachi, encontramos indo contra nós umas 10 motos, de Santa Maria, Carazinho e Passo Fundo, e entre eles, o ex dono da XT do Bulé e um cara que conhece o Jobim. Avisamos do perrengue que era e mesmo assim queriam ir, mas por fim mostramos umas fotos e desistiram. Nesse dia 130 km de pura neve e pedra.

Nenhum comentário: